Arquivo da tag: democracia

A democracia sobrevive ao vírus?

Por Luis Felipe Miguel

Iustração de Cristiano Siqueira instagram @crisvector twitter @crisvector

O mundo que sairá da crise será, como sempre, resultado da luta política. Se de fato valorizamos um ordenamento político democrático, será preciso investir na redução das desigualdades, na ampliação da educação política, na desprivatização do poder de influência e na desmercantilização da vida, sem as quais uma democracia autêntica não pode florescer. São lições que a crise atual parece nos ensinar. Mas, como sempre, uma coisa é o que a história ensina. Outra é o que a humanidade aprende.  Continue lendo A democracia sobrevive ao vírus?

É armadilha entoar hinos à democracia sem definir a qual democracia se refere

Por Roberto Romano

[na foto, o intelectual italiano Luciano Canfora, autor de A democracia – História de uma ideologia]

A democracia é uma palavra embreagem, no sentido a ser extraído de E. Benveniste: surge quando o discurso não tem condições de seguir uma linha lógica e factual consequente. Aí, a “embreagem” faz a narrativa seguir a marcha, deixando de lado terrenos perigosos, muito perigosos. Saliento neste artigo o elo entre as formas democráticas e as lideranças, algo que preocupa os analistas dos autoritarismos eleitos nos EUA, na Europa e no Brasil. Tal assunto mereceria um grande simpósio internacional e brasileiro, mas ele fica para quando a universidade assumir um papel de vanguarda na luta pela clarificação das falas políticas, uma das insuspeitadas fontes da tirania que surge, ameaçadora, no horizonte planetário. Continue lendo É armadilha entoar hinos à democracia sem definir a qual democracia se refere

Falta de confiança na democracia enfraquece instituições brasileiras

Por Maria Clara Ferreira Guimarães e Matheus Antonino Vaz

Pesquisa divulgada pelo Barômetro das Américas (Lapop), vinculado à Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos, em junho deste ano, apontou que 58% da população brasileira está insatisfeita com o funcionamento da democracia no país. O mesmo levantamento revelou que 79% dos entrevistados acreditam que a maioria dos políticos é corrupta e 38% acham que o presidente pode dissolver o STF (Superior Tribunal Federal) e governar sem ele – em 2012, este número era de apenas 13%. A pesquisa foi conduzida entre janeiro e março deste ano e entrevistou 1498 brasileiros, em parceria com a FGV (Fundação Getúlio Vargas) e com o Ibope. Continue lendo Falta de confiança na democracia enfraquece instituições brasileiras

A democracia constitucional e sua defesa pelo Supremo Tribunal Federal

Por Laura Segovia Tercic e Adilson Roberto Gonçalves

O STF é rotulado como guardião da Constituição, mas a defesa democrática passa pelo equilíbrio entre todos os poderes Continue lendo A democracia constitucional e sua defesa pelo Supremo Tribunal Federal

Educação para a cidadania é fundamental para garantir a qualidade do regime democrático, ressaltam pesquisadores

Por Inácio de Paula

O entendimento dos cidadãos sobre o funcionamento democrático é fundamental para salvaguardar o regime. Estudos sobre educação para a cidadania na democracia contemporânea, como os realizados pela socióloga Maria Victoria de Mesquita Benevides Soares, do Departamento de Filosofia da Educação e Ciência da Educação (USP), e também de outros pesquisadores, mostram que a escola é o lugar de destaque para refletir e promover a educação para a democracia por meio da formação de cidadãos. Continue lendo Educação para a cidadania é fundamental para garantir a qualidade do regime democrático, ressaltam pesquisadores

Regulação algorítmica e os Estados democráticos

Por Sergio Amadeu da Silveira

Algoritmos são performativos. Isso quer dizer que alteram os ambientes em que são utilizados. Geram efeitos, muitos dos quais não previsíveis. Por isso, é fundamental que as sociedades democráticas avancem na compreensão das implicações dos algoritmos. Só assim será possível encontrar o melhor modo de regular essas tecnologias que começaram a regular nosso comportamento e nossa relação com o Estado. Mas os sistemas algorítmicos são envoltos pelo sigilo. Isso gera um grave problema para o Estado democrático, uma vez que a democracia não convive bem com a opacidade. A questão aqui colocada é como fiscalizar algo que não tem o seu funcionamento transparente. Como compreender um conjunto de milhares de linhas de códigos e funções matemáticas que podem se alterar constantemente? Este texto é fruto das análises oriundas do projeto de pesquisa “Regulação Algorítmica no setor público: mapeamento teórico e programático”, financiado pela Fapesp. Continue lendo Regulação algorítmica e os Estados democráticos

Quarta revolução industrial – Adaptar-se à nova tecnologia ou perecer (mas é isso mesmo?)

Por Steven Poole

No livro de Klaus Schwab, fundador do Fórum Econômico Mundial, o termo chave é “adaptar-se” ao mundo novo que a tecnologia criará. A ideia raramente é contestada, mas, na verdade, é uma atualização velada do darwinismo social, segundo o qual as pessoas que sobreviverem ao dilúvio robótico que se aproxima terão sido o tempo todo, por definição, os mais aptos. O apelo para nos adaptarmos implica que as circunstâncias em mutação que Schwab prevê são como forças inexoráveis da natureza. Mas, obviamente, não são. Continue lendo Quarta revolução industrial – Adaptar-se à nova tecnologia ou perecer (mas é isso mesmo?)

Os meios de comunicação e a democracia

Por Luis Felipe Miguel

Nos regimes que, em geral, aceitamos como “democráticos” o povo não governa. Sua influência nas decisões políticas é filtrada por mecanismos de intermediação, entre os quais a mídia. A falsificação escancarada e a omissão deliberada não resumem o repertório de formas de intervenção política da mídia. Ainda mais crucial é o poder de determinar a agenda que receberá atenção pública, os agentes e as posições relevantes. Há casos de manipulação ostensiva, mas o mais importante é o efeito sistemático da reduzida pluralidade do noticiário. Continue lendo Os meios de comunicação e a democracia