Todos os posts de comciencia

Definições de adolescência dependem do contexto e mudaram ao longo da história

Por Mariana Ribeiro e Mayra Deltreggia Trinca

Definir essa fase da vida depende da associação entre aspectos biológicos, sociais e culturais e conceito não pode ser reduzido à puberdade ou apenas à transição da infância para a vida adulta. Continue lendo Definições de adolescência dependem do contexto e mudaram ao longo da história

População jovem é a mais vulnerável aos efeitos da crise ambiental

Por Eduarda A. Moreira, Juliana Vicentini e  Pedro A. Duarte

Poluição compromete desenvolvimento fisiológico de crianças e adolescentes, enquanto fatores socioeconômicos interferem na saúde física e mental. Continue lendo População jovem é a mais vulnerável aos efeitos da crise ambiental

Jovens terão de agir para mitigar efeitos das mudanças climáticas

Por Maria Vitoria Pereira de Jesus e Talita Gantus de Oliveira

Especialistas afirmam que o atual modelo de ensino não provoca reflexões sobre as causas essenciais da crise climática e apontam a necessidade de mudanças curriculares.

Continue lendo Jovens terão de agir para mitigar efeitos das mudanças climáticas

Kaleb Fernandes: ‘A gente não desvincula a questão agrária da ambiental, porque não faz sentido’

Por Lidia Torres e Pedro Belo

Diante dos debates sobre como os jovens são afetados por questões relacionadas à crise socioambiental que o planeta vive, surge também a pergunta: como dão significado aos efeitos dessa crise e como podem ser agentes na construção de um novo mundo possível? Quem responde essa e outras perguntas, e dá pistas sobre o papel da juventude na construção de um mundo mais sustentável é Kaleb Fernandes, 19 anos, diretor estadual do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) da região metropolitana de São Paulo e membro do Coletivo de Juventude do MST. Continue lendo Kaleb Fernandes: ‘A gente não desvincula a questão agrária da ambiental, porque não faz sentido’

A transição demográfica e a redução do número de crianças, adolescentes e jovens no Brasil

Por José Eustáquio Diniz Alves

Cenário demográfico deve ser visto de forma positiva, pois, de modo geral, a redução do contingente de pessoas na base da pirâmide favorece a ampliação das matrículas escolares, a melhoria da qualidade do ensino, os cuidados com a saúde e a inserção produtiva no mercado de trabalho. Gerações menores devem facilitar a adaptação às consequências da crise climática e ambiental que vai se agravar nas próximas décadas e séculos. Adolescentes com maiores níveis de escolaridade geram menos filhos, pois, em geral, possuem maior autonomia na decisão reprodutiva. Menores taxas de fecundidade são fundamentais para a redução da pobreza e da fome, assim como favorecem a aprendizagem ao longo da vida e a requalificação profissional, que abrem novas oportunidades no mercado de trabalho, especialmente para as mulheres. Tudo isto contribui para a geração de renda e o bem-estar das pessoas, das famílias e do meio ambiente. Continue lendo A transição demográfica e a redução do número de crianças, adolescentes e jovens no Brasil

Neurodesenvolvimento e adolescência

Por Bruna Bragança, Maria Isabel Chaves Araújo, Suely Mesquita e Leandro Fernandes Malloy-Diniz

Good night, good night! Parting is such sweet sorrow, that I shall say good night till it be morrow. 

Julieta, para Romeu (Cena 2, ato 2).

O trecho mencionado é extraído de uma das obras-primas literárias que delineiam a complexidade da natureza humana, especificamente durante a adolescência: “Romeu e Julieta” de William Shakespeare. Esta fase da vida, marcadamente volátil, tem sido historicamente retratada como um período repleto de paixões intensas, impulsividade e variabilidade emocional. A complexidade da adolescência é amplamente influenciada pela interação entre mecanismos biológicos e fatores ambientais, todos operando sobre um cérebro que ainda está em pleno desenvolvimento. Continue lendo Neurodesenvolvimento e adolescência