Arquivo da categoria: resenha

Série ‘Marte’ aborda questões sobre ética da exploração de recursos terrestres e espaciais

Por Sabine Pompeia e Lívia Mendes Pereira

A série Marte da National Geographic, criada por Bem Young Mason e Justin Wilkes, teve sua primeira temporada lançada em 2016 e a segunda dois anos mais tarde. Embora não seja atual e tenha recebido avaliações mistas do público em sites como Rotten Tomatoes, merece atenção por sua abordagem inovadora, que convida a reflexões éticas em muitas esferas. A série conta de maneira ousada a história da exploração de Marte, entrelaçando um enredo que se passa a partir de 2033 com um documentário que envolve personalidades não-ficcionais, incluindo muitos cientistas renomados. Este contraste visa apontar como os desafios vividos pela humanidade terão efeitos no futuro – o que já vem acontecendo. Continue lendo Série ‘Marte’ aborda questões sobre ética da exploração de recursos terrestres e espaciais

‘The end of the Moon’, de Laurie Anderson: uma artista na Nasa

Por Diana Zatz Mussi e Lívia Mendes Pereira

“Começou com um dia ruim. Eu estava sentada no meu estúdio, sentindo pena de mim mesma; o telefone tocou e uma voz disse: Aqui é Fulano, eu sou da Nasa e gostaríamos que você fosse nossa primeira artista residente”. Continue lendo ‘The end of the Moon’, de Laurie Anderson: uma artista na Nasa

Como viver até os 100: os segredos das zonas azuis

Por Ana Maria Sperandio

O documentário Como viver até os 100: os segredos das zonas azuis é uma imersão profunda nas práticas e estilos de vida que definem as zonas azuis, áreas do mundo onde as pessoas vivem significativamente mais tempo do que a média. Este documentário da Netflix, inspirado no trabalho de Dan Buettner, não apenas narra as viagens e descobertas do norte-americano, mas também tece uma conexão intrínseca entre viver em família, a importância de uma alimentação baseada em produtos cultivados localmente, a prática regular de exercícios, a proximidade da morte dentro do círculo familiar, a valorização de ser útil e a capacidade de se relacionar com diferentes tipos de pessoas. Continue lendo Como viver até os 100: os segredos das zonas azuis

O som e o sentido, de José Miguel Wisnik

por Bruno Vaiano

Há muitas obras sobre história da música – nenhuma delas exatamente um best seller – que seguem mais ou menos o mesmo roteiro: um parágrafo sobre as primeiras flautas do registro arqueológico, um capítulo curtinho sobre os gregos, algo sobre o canto gregoriano medieval e então um calhamaço de páginas sobre os compositores canônicos europeus (e só europeus) entre Bach e Debussy, sempre devidamente enaltecidos. Esses livros – que têm em comum, além do sumário, a incapacidade de dar à maioria dos leitores algum ímpeto de virar as páginas – ignoram a história da música popular do próprio Ocidente, bem como as músicas de todos os outros povos. Continue lendo O som e o sentido, de José Miguel Wisnik

‘Museu da revolução’, de João Paulo Borges Coelho

Por Gabriela Beduschi Zanfelice

Van para os brasileiros, chapa para os moçambicanos, carrinha para os portugueses: é no interior deste veículo, especificamente de modelo Toyota Hiace, que se passa Museu da revolução (2021) de João Paulo Borges Coelho. Ou talvez seja melhor dizer que é através deste veículo que se desenrola a narrativa, uma vez que o cenário temporal e geográfico deste belíssimo romance finalista do Prêmio Oceanos 2022 se expande por fronteiras situadas muito além daquelas estabelecidas pela lataria da Hiace. Representante emblemática de uma das principais formas de transporte coletivo em Moçambique nas últimas décadas, a van é pilotada por Bandas Matsolo, um ex-guerrilheiro da guerra de libertação de Moçambique, e co-pilotada por Jei-Jei, um moçambicano apaixonado por Jazz – cujo nome constitui uma homenagem ao trombonista estadunidense J.J. Johnson e a Ricardo Rangel, falecido fotógrafo moçambicano que foi também um grande entusiasta deste gênero musical – e dono de uma inclinação imaginativa que o impele a contar (e a co-criar), junto do anônimo narrador do romance, muitas das intrigantes e complexas histórias que lemos ao longo de Museu da Revolução. Continue lendo ‘Museu da revolução’, de João Paulo Borges Coelho

Por um mundo sustentável e energeticamente inclusivo, sem emissões e omissões: Campus Sustentável Unicamp

Por Inácio de Paula

O livro Campus Sustentável: um modelo de inovação em gestão energética para a América Latina e o Caribe é uma obra que apresentam a interdisciplinaridade do conhecimento científico e a sua articulação intersetorial.

Continue lendo Por um mundo sustentável e energeticamente inclusivo, sem emissões e omissões: Campus Sustentável Unicamp

Quem deve pagar a conta do jornalismo na internet?

Por Natália Flores

Nas últimas décadas, temos vivenciado uma avalanche no mercado jornalístico, com a migração do consumo de notícias do papel para a internet. Poucas são as pessoas que compram jornais em bancas – a maioria prefere ler notícias direto dos aplicativos do smartphone. Neste contexto, o debate sobre a relação entre jornalismo e as Big Techs vem à tona. Afinal, como sustentar um jornalismo refém das plataformas digitais? Continue lendo Quem deve pagar a conta do jornalismo na internet?

Biografia bem-feita é divulgação científica

Por Ricardo Muniz

Um dos maiores biógrafos do Brasil, Lira Neto vem à Unicamp dia 31 de maio. Jornalista e escritor que recontou a história de Getúlio Vargas e do samba, de Castello Branco e de Maysa, dará palestra sobre A arte da biografia, seu mais recente livro, no IEL. Continue lendo Biografia bem-feita é divulgação científica