Todos os posts de comciencia

Diga sim à exploração do espaço e não ao capitalismo espacial

publicado originalmente na revista Jacobin(a) em julho de 2021

Continue lendo Diga sim à exploração do espaço e não ao capitalismo espacial

FAPESP lança Centro de Memória com mais de 43 mil documentos

Site reúne entrevistas, fotos, vídeos, publicações e uma exposição temática sobre o Projeto Genoma. Nas entrevistas em vídeo estão pesquisadores e ex-dirigentes da Fapesp, dentre os quais Carlos Vogt, coordenador do Labjor e presidente da instituição de 2002 a 2007. 

Via Agência Fapesp

Continue lendo FAPESP lança Centro de Memória com mais de 43 mil documentos

Clique aqui para acessar todo o conteúdo do dossiê Territórios do Conhecimento

Dossiê 251 – Abril de 2024

As pautas deste dossiê foram concebidas pela editora especial convidada Patricia Mariuzzo, a quem agradecemos imensamente por sua gentileza, atenção, tempo e trabalho.

Patricia Mariuzzo é especialista em divulgação de ciência, gestora de comunicação do Hub Internacional para o Desenvolvimento Sustentável (HIDS) e pesquisadora associada do Centro de Estudos sobre Urbanização para o Conhecimento e a Inovação (CEUCI)

Continue lendo Clique aqui para acessar todo o conteúdo do dossiê Territórios do Conhecimento

De Manchester ao Vale do Silício – Como os distritos do conhecimento substituíram os distritos industriais

Por Gabriela Celani e Marcela Noronha

 Ao longo do século XX, muitos municípios brasileiros estabeleceram seus distritos industriais, reservando parte de seu território para receber um tipo de atividade econômica com demandas específicas, como disponibilidade de grandes lotes, acesso à água e à energia elétrica, acessibilidade por ferrovias ou rodovias e proximidade a mão de obra, além de incentivos fiscais. Esse tipo de distrito contribuiu para o enriquecimento de muitas cidades. Assim, Sorocaba passou a ser conhecida como a Manchester paulista, Juiz de Fora como a Manchester mineira etc., em referência à cidade inglesa que foi o berço da Revolução Industrial. Entre as décadas de1950 e 1980, a economia brasileira cresceu de maneira extraordinária, a uma média de 4,5% ao ano, com forte contribuição da indústria de transformação[1]. Contudo, a partir da segunda metade da década de 80, o país viveu um processo de desindustrialização[2]. Continue lendo De Manchester ao Vale do Silício – Como os distritos do conhecimento substituíram os distritos industriais

Apego ao lugar e comportamentos pró-ambientais em ambientes urbanos

Por Zahra Alinam e Adriane Eloah

Há evidências de que existe uma relação significativa entre a formação do indivíduo e o apego ao lugar em que ele se insere. Com o desenvolvimento das sociedades humanas e a transformação dos estilos e das condições de vida das pessoas, arquitetos e urbanistas têm se concentrado cada vez mais na qualidade dos ambientes construídos e dos espaços urbanos. E esse ambiente engloba mais do que apenas elementos físicos: ele também inclui mensagens, significados e símbolos que as pessoas interpretam com base em seus papéis, expectativas e motivações. O sentimento que surge da percepção e do julgamento de um indivíduo sobre um ambiente específico é o que denominamos “senso de lugar”. Ele desempenha um papel vital em fomentar a harmonia entre os indivíduos e seu ambiente, levando à melhor utilização do espaço, à satisfação do usuário e, por fim, ao senso de apego e de presença contínua no ambiente. Continue lendo Apego ao lugar e comportamentos pró-ambientais em ambientes urbanos