Todos os posts de comciencia

ARQUIVO (2014): ‘Gás natural associado ao óleo do pré-sal vai dotar o Brasil de independência em petroquímica e autossuficiência em fertilizantes’, diz Guilherme Estrella

“Soberania verdadeira só se materializa com investimentos permanentes em educação e pesquisa, que se realizam em instituições nacionais, públicas ou privadas. Empresas cujos centros de decisão localizam-se no exterior não farão isso”, afirmava há 8 anos o pai do pré-sal Continue lendo ARQUIVO (2014): ‘Gás natural associado ao óleo do pré-sal vai dotar o Brasil de independência em petroquímica e autossuficiência em fertilizantes’, diz Guilherme Estrella

‘Sangue Negro’, uma tragédia de cobiça, petróleo e ódio

Por Luiz Zanin Oricchio

Ok, Sangue Negro, de Paul Thomas Anderson, não é uma obra-prima. Não marca um paradigma e nem revoluciona a linguagem do cinema. No entanto, é um belo e grande filme. Um épico trágico sobre a fase heroica da prospecção de petróleo nos Estados Unidos. Um drama, às vezes barroco, no entanto baseado no romance realista de Upton Sinclair, chamado simplesmente Oil!. Continue lendo ‘Sangue Negro’, uma tragédia de cobiça, petróleo e ódio

Maria Júlia Kovács: ‘Estamos em luto coletivo longo, com um presidente que fala coisas que nos horrorizam’

Por Letícia Naísa

crédito da imagem: Cris Vector

“O luto é um processo singular e próprio de cada pessoa, mas guerras, grandes desastres, naturais ou não, e a pandemia, que é uma grande crise sanitária e virou um desastre, atinge a todos. Nesse sentido, é coletivo sim. Dentro desse coletivo, temos nossas próprias formas de lidar com as circunstâncias. A pandemia não nos afetou igualmente, alguns de nós perdemos pessoas, outras não perderam ninguém por morte, mas perderam situações de vida significativas, como a casa, o emprego. Em um contexto como esse, a gente se comove com a situação de outras pessoas também, como quem perdeu alguém, pessoas que sofreram muito com a doença, ficaram com sequelas, mesmo que sejam pessoas que a gente nunca tenha visto na vida.” Continue lendo Maria Júlia Kovács: ‘Estamos em luto coletivo longo, com um presidente que fala coisas que nos horrorizam’

Luto não reconhecido: quando a dor da perda não é socialmente aceita

Por Emanuel Galdino e Fernanda Pardini Ricci

O diagnóstico de uma doença, a infertilidade ou a quebra da perspectiva de uma vida idealizada podem gerar um luto que não é reconhecido pela sociedade Continue lendo Luto não reconhecido: quando a dor da perda não é socialmente aceita

Ubiraci Pataxó: Viver o luto já está comum, mas a gente transformou em ‘vai nos dar força’

Por Dimítria Coutinho

Nascido e criado na comunidade indígena Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália (BA), aprendiz de pajé e pesquisador no grupo Saúde Coletiva, Epistemologias do Sul e Interculturalidades, da Universidade Federal do Sul da Bahia, fala sobre o sentido do tratamento comunitário dos povos indígenas. Continue lendo Ubiraci Pataxó: Viver o luto já está comum, mas a gente transformou em ‘vai nos dar força’