Ayahuasca e cannabis figuram em estudos brasileiros sobre potencial tratamento de depressão e ansiedade

Por Daniel Pompeu

No caso da bebida amazônica, que contém o princípio ativo DMT, já existem fortes indícios de um efeito antidepressivo em pacientes que não respondem a tratamentos convencionais. Continue lendo Ayahuasca e cannabis figuram em estudos brasileiros sobre potencial tratamento de depressão e ansiedade

O que está acontecendo com nossa saúde mental?

Por Ana Augusta Odorissi Xavier e Adriele Eunice da Silva

O Brasil lidera o ranking mundial dos transtornos mentais considerados as “doenças do século XXI”, de acordo com dados da última estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), de 2017. Ocupamos a primeira posição em prevalência de ansiedade, com mais de 18 milhões de pessoas sofrendo desse transtorno no país. Isso equivale a 9,3% da população brasileira. O país também figura no segundo lugar mundial em casos de depressão: são 11 milhões de brasileiros com a doença. Cientistas relacionam esses números ao modo como funciona a sociedade atual e investem em novas técnicas que auxiliem no diagnóstico dos diferentes transtornos mentais.  Continue lendo O que está acontecendo com nossa saúde mental?

O que sustenta a convivência na diferença? Reflexões dos Centros de Convivência da saúde a partir de suas vivências híbridas

Por Gal Soares De Sordi e Juliana Maria Padovan Aleixo

Os Centros de Convivência da saúde são dispositivos que se apresentam estrutural e simbolicamente de portas abertas para os encontros na diversidade humana, na desafiadora e complexa ação de conviver, e têm em sua constituição os ideários da Reforma Psiquiátrica Brasileira e do Movimento Antimanicomial. Continue lendo O que sustenta a convivência na diferença? Reflexões dos Centros de Convivência da saúde a partir de suas vivências híbridas

Acadêmicos, entre o desejar e o pontuar

Por Marcus C.R. Teshainer

Não podemos ser ingênuos em acreditar que as políticas de gestão e concepção da produção e transmissão do saber são sem consequências. O adoecimento da população acadêmica está aí para mostrar que algo não está bem na maneira como a academia está sendo desenhada. Talvez o foco devesse ser muito maior no desejo presente em quem escolhe pesquisar, ou ensinar, do que nos números que representam uma produção desencarnada. Continue lendo Acadêmicos, entre o desejar e o pontuar

Sobre não se contentar com a superfície: Nise – o coração da loucura

Por Raquel Torres

“Eu não acredito em cura pela violência”. Esta é a resposta de Nise da Silveira (1905-1999) ao ser apresentada a métodos de tratamentos psiquiátricos como lobotomia e eletroconvulsoterapia (eletrochoques). A fala resume a visão de medicina e posição ética dessa médica pioneira, que revolucionou a psiquiatria no Brasil.

Nise – o coração da loucura, longa metragem produzido em 2016 com Glória Pires no papel principal, e direção de Roberto Berliner, retrata um momento específico da trajetória de Nise, o período em que saiu da prisão (onde permaneceu por 18 meses) e retomou o exercício da medicina no hospital psiquiátrico de Engenho de Dentro, zona norte do Rio de Janeiro, em 1944. Continue lendo Sobre não se contentar com a superfície: Nise – o coração da loucura

Precisamos falar sobre o cuidado à saúde mental na gestação

Por Renata C. S. de Azevedo

A gestação e a chegada de um novo bebê indicam um período incomparável de mudanças e esperança no futuro, e representam experiências de bem-estar e alegria para a maioria das mulheres. Todavia, alguns problemas físicos e mentais estão intrinsecamente relacionados à gestação e podem resultar em graves complicações ou morte. Contrariamente ao que se supunha há algumas décadas, a gestação não protege contra a ocorrência, recorrência ou agravamento de Transtornos Mentais (TM). Continue lendo Precisamos falar sobre o cuidado à saúde mental na gestação

Para além da saúde mental na escola

Por Maria Clara Rabelo

No contexto escolar não basta falar em saúde mental é preciso ir além. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) definem saúde mental como algo mais do que a ausência de transtornos mentais ou deficiências. Ela é parte integrante e essencial da saúde que é representada por um estado de bem-estar no qual um indivíduo pode realizar suas próprias habilidades, lidando com as tensões normais da vida, podendo trabalhar de forma produtiva e sendo capaz de contribuir com a sua comunidade. Continue lendo Para além da saúde mental na escola

_revista de jornalismo científico do Labjor

replica watches uk breitling replica breitling replica omega replica rolex replica watches