O livro e a leitura

Por Carlos Vogt

Em 1905, Proust, o grande autor de Em busca do tempo perdido, que ainda não existia como obra, publica, como prefácio à tradução para o francês do livro de John Ruskin Sesame and Lilies, o texto “Sobre a leitura”, que tive a oportunidade e a satisfação de traduzir para publicação simpática da Pontes Editores, na forma de um pequeno livro que já conheceu três edições (1989, 1991, 2001).

O texto é um elogio do livro e da leitura. Reproduzo, aqui, sua parte final como um convite e um desafio: para ler o texto completo, para sair indiferente à sua beleza e à sua provocação. Continue lendo O livro e a leitura

Livros personagens de livros

Por Peter Schulz

“É clássico aquilo que permanece como rumor mesmo onde predomina a atualidade mais incompatível”. Esta é a última das quatorze proposições sobre o que seriam clássicos na introdução de Por que ler os clássicos de Italo Calvino. Portanto, clássico é mais amplo do que a ideia de cânone e uma das coisas que surgem como rumor são os livros (ou bibliotecas) como personagens ou cenário principal de si mesmos, ou melhor, de outros livros. Livros que contam também as estranhas relações entre pessoas e livros. Por isso lembro o erudito Peter Kien, protagonista de Auto de fé de Elias Canetti, isolado das pessoas e avesso aos encantos da academia, devotado apenas aos livros. Kien declara no início de sua penitência a possibilidade de livros serem quase humanos: Continue lendo Livros personagens de livros

Quando a novela da Globo dá uma forcinha para a literatura

Por Ana Augusta Odorissi Xavier e Rafael Revadam

Cresce também a influência de “guias”, que por meio das redes sociais dão palpites e dicas sobre quais livros ler (com todo cuidado para não soarem acadêmicos). Continue lendo Quando a novela da Globo dá uma forcinha para a literatura

Censura é uma herança que não foi superada no Brasil

Por Luciana Rathsam

Entre 200 e 450 obras literárias consideradas subversivas ou contrárias à moral e aos bons costumes foram censuradas durante o regime militar. A caça a livros socialistas, eróticos ou pornográficos operava a partir de denúncias. Já nas origens do país, a coroa portuguesa proibia que fossem publicados impressos no Brasil, ordem só revertida em 1808. Os livros que desembarcavam na colônia eram submetidos a uma triagem realizada por três instituições diferentes. As recentes tentativas de censura causaram fortes mobilizações e acabaram revertidas no Judiciário, o que na visão de especialistas é motivo para um “moderado otimismo”. Continue lendo Censura é uma herança que não foi superada no Brasil

Alcir Pécora: ‘Hoje o que não está resolvido é qual o valor e a estética literária na vida contemporânea’

Por Mariana Hafiz

Os hábitos de leitura dos brasileiros têm mudado nos últimos doze anos, conforme mostra o estudo “Relatos da Leitura no Brasil”, do Instituto Pró-Livro. A última pesquisa, feita em 2016 com dados de 2015, mostra, por exemplo, que o brasileiro lê em média 2,43 livros inteiros por ano, apesar da porcentagem de leitores no país ter aumentado para 56% em relação a 2011 (50%).

Além disso, surgem novos fenômenos no âmbito da literatura a partir do momento em que há aumento de tecnologias digitais facilitadoras de leitura, que buscam otimizar o acesso a livros e à experiência literária como um todo, como no caso das livrarias online, aplicativos para dispositivos móveis, Kindles e e-books.

Onde fica a teoria literária nesse novo e crescente ambiente digital é o tema da entrevista com o crítico literário e professor do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) da Unicamp, Alcir Pécora. Ele fala à ComCiência sobre realizar pesquisa em literatura e seu papel na atualidade e dá sugestões de leituras que considera importantes neste momento. Continue lendo Alcir Pécora: ‘Hoje o que não está resolvido é qual o valor e a estética literária na vida contemporânea’

Os verbos ‘ler e viajar’ conjugados dentro de uma biblioteca comunitária

Por Adriana Giachini e Maria Clara Guimarães

“Quem diz que as bibliotecas estão fora de moda não sabe o que está dizendo. Pelo contrário. Elas se fortalecem cada vez mais, contando parte da história de resistência das periferias. Vemos a oralidade indo para o papel, o crescimento das editoras pequenas, dos livros de autores locais, produzidos independentemente”, diz Bel Santos Mayer, gestora da biblioteca comunitária Caminhos da Leitura, em Parelheiros (zona sul de São Paulo) e coordenadora do LiteraSampa, uma rede de 14 bibliotecas em regiões periféricas da capital. Continue lendo Os verbos ‘ler e viajar’ conjugados dentro de uma biblioteca comunitária

Iniciativas diversas procuram criar hábito de leitura em um país que lê pouco

Por Caroline Marques Maia e Vinícius Nunes Alves

Uma pesquisa Ibope de 2016 apontou que 44% dos brasileiros não têm hábito de ler e 30% nunca compraram um livro. Além disso, na comparação com a média de 4,96 livros lidos por pessoa ao ano, 2,53 não são terminados. Nesse cenário desolador, surgem iniciativas de incentivo à leitura como redes sociais de leitores, clubes de assinatura de livros, youtubers especializados em literatura, minibibliotecas comunitárias e a atuação em escolas públicas de educadores responsáveis exclusivamente pela sala de leitura e por contar histórias. Continue lendo Iniciativas diversas procuram criar hábito de leitura em um país que lê pouco

A curiosa história de um livro que demorou 7 décadas para ser concluído

Por Bianca Bosso

Filme O gênio e o louco põe em xeque a concepção de loucura e genialidade e celebra a paixão pelas palavras ao contar a história do Dicionário Oxford da língua inglesa. Continue lendo A curiosa história de um livro que demorou 7 décadas para ser concluído

Mercado editorial no Brasil: números da crise e perspectivas

Por Carolina Sotério e Raquel Torres

O ramo dos livros científicos, técnicos e profissionais encolheu 45% entre 2014 e 2018. No setor como um todo, em 2018 foram produzidos 43 milhões de livros a menos do que em 2017. Para criar uma geração de leitores de mais qualidade, é preciso cultivar hábitos de leitura de pai para filho, diz especialista. “Escola tem muito a contribuir, mas não sozinha.” Continue lendo Mercado editorial no Brasil: números da crise e perspectivas

_revista de jornalismo científico do Labjor

replica watches uk breitling replica breitling replica omega replica rolex replica watches